quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Como trocar as cordas do violão

http://www.youtube.com/brunoagora
Primeiro passo :


Retirando o encordoamento velho
Retire as cordas velhas do violão (SE VOCE AINDA NAO FEZ ISSO rs). É bem fácil retirar as cordas velhas. Basta que você gire a tarraxa no sentido de afrouxar as cordas até que toda a corda enrolada em volta da tarraxa seja retirada. Feito isso, desfaça o nó que prende a base a corda na sua base, o cavalete.

Voce pode afrouxar as cordas girando suas tarraxas no sentido anti-horário, começando pelas duas do meio (4D, 3G), depois 5A e 2B e, por fim, 6E e 1E.  Esta sequencia é importante, devido à tensão das cordas sobre o braço. Como o tensor está bem no meio, começando por aí, alivia-se a tensão por igual, evitando assim um possível empenamento do braço. Se alguém lhe disser: “ah, mas eu nunca fiz isto e o meu violão está inteirinho!”, você tem duas escolhas. Arriscar ou não. Você é que sabe quanto custou seu violão.
Após afrouxar as cordas, você pode cortá-las com um alicate de corte (em hipótese alguma corte as cordas antes de afrouxar as cordas!!!), para facilitar a retirada. Eu tinha o costume de guardar cordas velhas, para ficarem “de reserva” no caso de quebra. Não faço mais isto e nem aconselho. Cordas velhas já perderam a sonoridade e estão mais sujeitas à quebra. Entretanto, eu fazia isto por absoluta necessidade. Não tinha dinheiro. Se for seu caso, vá em frente. É melhor uma corda velha do que nenhuma.
Limpe todo o instrumento. O corpo com seu polidor preferido e a escala com óleo de limão (se for rosewood), ambos produtos à venda em casas de instrumentos musicais. Caso não tenha nenhum dos dois, utilize um pano macio (flanela) ligeiramente úmido, secando tudo depois com um pano sêco, principalmente os trastes e tarraxas, que podem oxidar.
Confira as tarraxas, para ver se não estão soltas, folgadas. Isto acontece muito e prejudica a afinação. Se algum parafuso (que prende a tarraxa à mão do violão) estiver girando em falso, retire cuidadosamente a tarraxa, preencha o furo do parafuso com um palito de dentes, quebrando-o rente à madeira do violão. Pronto, agora você tem onde recolocar o parafuso, para que fique firme. Se não sentir-se confortável fazendo isto, procure ajuda.
Confira também a pestana, ponte e rastilho. Veja se não há gasto excessivo, algo quebrado. Verifique se a ponte está bem colada ao corpo. Acontece muito com violões expostos a excessivo calor, o descolamento. A coisa aí é complicada, melhor procurar ajuda profissional.
    Lembre-se: instale cada corda apertando-a somente o suficiente para mantê-la no lugar. A afinação deve seguir a mesma sequencia de retirada do encordoamento velho. Primeiro 4D e 3G, depois 5A e 2B. Por fim, 6E e 1E. Novamente para evitar tensão desigual no braço. Muitos violões com encordoamento de nylon não têm tensor, pois a tensão exercida pelas cordas não é tão grande. porém, não custa nada prevenir.
escolhendo corretamente as cordas de seu violão. Os violões mais comuns são aqueles com cordas de nylon. As cordas de nylon são bem baratas e dão uma sonoridade perfeita para tocar diversos estilos como o Samba e MPB. Há diversas marcas disponíveis no mercado com diferentes preços e qualidade. Escolha uma de acordo com o seu uso conversando com o vendedor em uma loja especializada de artigos musicais ou consulte nosso blog , procure
pelo artigo : LOJAS DE INSTRUMENTOS MUSICAIS >


Segundo passo : Após tudo verificado, hora de colocar o encordoamento novo. Instale as cordas em sequencia (6 a 1). mas para isso vamos ao terceiro passo :






Terceiro passo :  amarrando a corda no cavalete do violão. Coloque as cordas novas da seguinte maneira. Passe uma ponta da corda nova pelo orifício do cavalete no sentido em direção ao braço do violão. De uma volta em torno da peça do cavalete e passe a ponta da corda por baixo da outra parte formando um laço. Feito isso dê um nó da seguinte maneira em torno do cavalete. Passe três vezes a ponta da corda em volta do laço formado na peça do cavalete. Puxe delicadamente até que fique firme, porém não é necessário que fique apertado, basta que o nó em torno do cavalete fique firme.

Quarto passo : colocando a corda na tarraxa do violão. Na parte interna da tarraxa do violão há um orifício para você passar a corda. Coloque nesse orifício deixam uma sobra (de uns cinco a dez centímetros) e dê um nós simples em volta da tarraxa com a acorda. A partir daí, basta ir girando a tarraxa do violão no sentido de apertar a corda. Faça esse processo com calma. Tenha cuidado enquanto a corda for ficando esticada para que ela se acomode nos vãos pestana (na parte superior do braço do violão) e no rastilho (no corpo do violão).
Dica. Preste atenção na ordem das cordas do violão e no sentido em que você toca ele., pode-se mudar a ordem (invertendo-a) mas isso vai da sua preferência.



Em outras palavras voce pode :
1º passo

Tirar a corda velha cortar ponta

2º passo

Enfiar a corda no cavalete

3º passo

Passar as cordas no carrinho

4º passo

Deixar um espaço para prender as cordas

5º passo

Enfiar a corda na tarracha

6º passo

Apertar a corda

7º passo

Lacear a corda