sexta-feira, 23 de março de 2012

O Violão e o Violonista





Aula 1

O que é um Violão ?  

O que é um Violonista ? Se voce consegue responder a essas duas perguntas ja nao pode se dizer que nao sabe nada rss


     Brincadeiras a parte antes de começar o estudo propriamente dito, devemos aprender a nomenclatura das partes do violão para que possamos conhecer os termos que serão utilizados nas nossas aulas e então possamos falar a mesma língua. Se voce achar que ta dificil , assista aos videos no youtube , digite : VIOLAO AGORA OU NUNCA ... algumas pessoas aprendem mais com videos , aqui desejamos enriquecer ainda mais o aprendizado ok ? Por favor inscreva-se em nosso canal no Youtube para ficar por dentro dos videos novos que postamos ! OBRIGADO!


O esquema abaixo mostra o violão e os nomes de suas partes:



De posse desta informação , passemos para a nomenclatura das cordas e sua afinação :


 

              

           Assista ao video da afinação  de cada corda :



            Assista ao primeiro video de aula de violão :




Partes da música/ Propriedades do som.

Definições.


Música – É a arte do som. É dividida em três partes:

Ritmo – Do grego Rhytmos que quer dizer aquilo que possui Movimento. O ritmo é o próprio movimento, e é encontrado em tudo que se movimenta. Você, por exemplo, ao caminhar, possui certo ritmo, às vezes mais rápido, as vezes mais lento (dependendo da sua pressa!).
O Ritmo é a parte mais elementar da música, portanto, não pode haver música, se não houver ritmo.

Melodia - É uma seqüência de sons sucessivos, isto é, um após o outro, que possuem sentido musical. Quando você assobia uma música, por exemplo, o que você está assobiando é na verdade somente parte da música, a sua melodia, destituída de seu acompanhamento.
A melodia não pode ser separada do ritmo, pois já o contém em si própria, porém não é uma parte tão fundamental quanto o ritmo, visto que há músicas que não possuem melodia.

Harmonia - É a parte da música que estuda as notas tocadas ao mesmo tempo, ou seja, os acordes (três ou mais notas tocadas ao mesmo tempo) que acompanharão a melodia.
Seu estudo é fundamental para o violonista, pois o violão é essencialmente um instrumento com grandes possibilidades harmônicas e melódicas, contudo, existem músicas que não possuem harmonia, sendo constituídas apenas de ritmo e melodia.


Já que música é a arte do som, convém estudarmos agora o som, e suas propriedades físicas, pois o som é a matéria prima da música.

Som – O som é vibração, ou seja, para que haja som é necessário que haja um corpo vibratório e um meio através do qual esta vibração possa se propagar de forma que chegue aos nossos ouvidos. São divididos em sons musicais (regulares) e ruídos (irregulares).
Pode-se dizer, que todo instrumento musical é na realidade um objeto feito para vibrar. Ao vibrar, o instrumento movimenta as moléculas de ar ao seu redor (meio de propagação) que por sua vez movimenta as moléculas adjacentes formando o que chamamos de onda sonora, que se propaga do corpo vibratório em todas as direções.
Alguns autores costumam definir o som como sendo tudo aquilo que nossos órgãos auditivos são capazes de captar e classificar, porem, esta afirmação não é totalmente correta, já que existem sons localizados em faixas de freqüência acima (ultra – som) e abaixo (infra – som) da faixa de freqüências que o nosso ouvido é capaz de perceber. Estes sons só podem ser detectados por seres humanos, através de aparelhos eletrônicos. Sabe-se também, que alguns animais como os cães e os morcegos, possuem uma audição sensivelmente mais desenvolvida que a audição humana sendo capazes de perceber sons que vão do infra ao ultra-som.
O som possui quatro propriedades físicas, muito importantes do ponto de vista musical, são elas:

Altura – Propriedade que permite ao som ser grave, médio ou agudo – Está relacionada a freqüência da vibração, medida em hertz (Hz) – (ciclos por segundo).
Quanto menor a freqüência, mais grave é o som. Do mesmo modo, quanto mais alta for a freqüência de uma nota, mais agudo será o seu som.

Duração – Quantidade de tempo que um corpo sonoro permanece vibrando. Se você ferir uma corda do violão, verá que ela permanecerá vibrando por algum tempo antes de parar completamente. A esse lapso de tempo damos o nome de duração.

Intensidade – Força utilizada para produzir determinado som. Quando tocamos uma corda com mais força, ela faz um movimento mais amplo (Maior Amplitude de movimento), conseqüentemente, movimenta uma quantidade maior de ar, produzindo um som com maior volume. Intensidade = Volume

Timbre – Qualidade específica de cada som que o torna único. É a identidade do som.
Se você já teve a oportunidade de tocar vários violões diferentes, já deve ter percebido que nenhum violão possui som igual ao outro. Assim como as vozes das pessoas são diferentes, os sons dos instrumentos possuem diferenças. Experimente tocar um violão equipado com cordas de aço, e um com cordas de nylon, mesmo que você toque as mesmas notas, ainda assim o som será diferente. A diferença é o timbre.
O timbre é talvez a propriedade mais importante de um som, do ponto de vista musical. É por causa dele que existem tantos instrumentos musicais diferentes. O fato é que se o som do violão fosse igual ao do violino, não haveria razão para que ambos existissem. Apenas um deles bastaria.

Agora podemos entender que um som "isolado" é uma nota e que nos temos o nome de TODAS as notas aqui abaixo :
      
Temos notas naturais : DO   RE   MI  FA   SOL   LA   SI
Temos notas acidentadas sustenidas "#" : Altera a nota natural 1 casa pro lado da boca do violao , ou seja 1 semitom ou meio tom(na teoria musical) que equivale a 1 casa
Temos notas acidentadas bemois "b" : Altera a nota natural 1 casa pra esquerda ou seja pro lado das tarrachas .

Sustenidos e bemois JUNTOS como voces podem ver eh como se a nota natural fosse sustenido "por parte de pai" e bemol "por parte de mae" , mas sendo que as pessoas preferem dar 1 so nome pras acidentadas e adivinhe qual eh?!? o SUSTENIDO .
                
           


MI e SI estao de vermelho pra chamar sua atencao de que nao temos espaco pra outra nota (a direita de MI e SI) e sim pulamos para a proxima nota natural , ok?

Aqui acima temos TODAS as notas , e nos nao vamos confundir nota e acorde , acorde eh um conjunto de notas , vamos falar sobre eles daqui a pouquinho . Costumo dizer que isso ai encima eh o "DNA" da musica e voce precisa das notas pra quase todos os instrumentos que for tocar .
Abaixo temos as notas em forma de cifra no braco do violao .

O esquema acima esta VISIVELMENTE integrado as teclas de um piano POR EXEMPLO :





Cifra é uma forma de escrita musical que associa as sete notas musicais às sete primeiras letras maiúsculas do nosso alfabeto. Hoje em dia a cifra é mais utilizada para a escrita dos acordes (duas ou mais notas tocadas ao mesmo tempo) e além das letras maiusculas, utiliza também letras minúsculas, números e sinais.



CLIQUE NO DESENHO DO VIOLAO PARA AUMENTA-LO DE TAMANHO OU FACA COMO EU E PEGUE OS OCULOS rs
http://www.youtube.com/bruno.violaoagoracompleto